Desafios da paternidade: 4 principais que você precisa conhecer!

Os desafios da paternidade são muitos. Nesse contexto, ter informações adequadas ajuda a desenvolver habilidades parentais, reduzir comportamentos rígidos e regular o estresse associado à experiência de educar.

Diferentes estudos científicos descobriram, de fato, que se sentir mais capaz no papel de cuidadores fortalece não apenas nossa capacidade de responder às necessidades das crianças, mas também a melhorar a própria saúde mental do adulto.

Para ajudar você a entender mais sobre os principais desafios da paternidade, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Os 4 principais desafios da paternidade

1. Crianças versus celular: competição por cuidados parentais

Algumas pesquisas descobriram que quando os adultos usam demais o telefone celular na frente de seus filhos, os mais jovens começam a competir com o objeto pelo cuidado dos pais.

E se a forma como eles encontram para se destacar é através de comportamentos de risco, o perigo será maior: ao estar focado na tela, nossa capacidade de resposta diminui.

2. Elogio como forma de promover o bom comportamento

Geralmente nos perguntamos como reagir ao mau comportamento, ou quais palavras usar para impedir que uma criança faça algo perigoso.

E é verdade que nesses casos devemos intervir. Mas há um caminho diferente e complementar, embora muitas vezes subestimado: atenção positiva ao bom comportamento. O uso de elogios orienta as crianças para o desenvolvimento de novas habilidades e uma imagem positiva de si mesmas.

Além disso, requer pouco tempo e muito menos esforço para educar. Parabenizar bons comportamentos (não apenas os marcantes… jogar em silêncio ou fazer tarefas sem protestar também merece apreço) é tão importante quanto estabelecer limites.

3. Quando é hora de definir limites

Além de promover bons comportamentos por meio de indicações claras e do uso de elogios, há momentos em que é hora de estabelecer limites em resposta a comportamentos ou brigas inadequadas.

Isso acontece em todas as casas, então nosso primeiro desafio é não os tomar como ataques a nós.

Talvez, possamos até transformar esses episódios em oportunidades de aprendizado para as crianças, nas quais elas exploram os limites de seu ambiente e aprendem o quão consistentes somos em estabelecer limites.

4. Comunicação em situações de crise

Buscamos proteger as crianças dos perigos da vida, e essa tendência é acentuada em situações de crise. Mas se mudanças acontecerem dentro da família ou na sociedade (como acontece no contexto atual de pandemia) e as crianças não forem informadas, tentarão dar sentido a isso por seus próprios meios.

Nossa natureza é dar sentido a tudo o que vivemos, e isso inclui adultos e crianças.

Falamos sobre a COVID-19 com as crianças? Sabemos o que elas sentem? Se criarmos as condições para que as crianças se expressem, não as deixaremos enfrentando emoções difíceis por conta própria.

Uma comunicação sensível e eficaz em momentos de desafios traz benefícios a longo prazo para o bem-estar não apenas da criança, mas de todo o seu sistema familiar.

Gostou de saber mais sobre os desafios da paternidade? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

vou ser pai botão

RECEBA NOSSAS DICAS

Receba nossas atualizações

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *